in

Treina com frequência? Conheça as consequências de não comer pós treino

Porque deve sempre comer pós treino e quais as consequências de não o fazer?

Treina com frequência? Conheça as consequências de não comer pós treino

Cada vez mais os homens inscrevem-se no ginásio para perder peso, conhecer mulheres e ficarem em forma. Contudo, muitas vezes para alcançarem os objetivos, evitam comer pós treino (e em casos ainda mais graves, evitam comer mesmo antes de treinarem).

Pois bem, antes de lhe explicarmos quais são as principais consequências de não se alimentar devidamente antes e após a prática de exercício físico, é importante ter em mente que independentemente do seu objetivo (tonificar os músculos ou perder peso) uma correta alimentação é essencial para os alcançar.

Acredite quando lhe dizemos que uma alimentação saudável e equilibrada fará toda a diferença na forma como irá alcançar o que deseja.

Porque deve sempre comer pós treino e quais as consequências de não o fazer?

Embora este ainda seja um assunto um pouco controverso, a verdade é que a própria ciência indica que deve comer no máximo 45 minutos depois de terminar de fazer exercício físico.

Essa ingestão cuidadosa de alimentos tem como principal intuito reabastecer as reservas de nutrientes que o organismo utilizou durante o treino. Desta forma, irá repor o glicogénio que é proveniente do consumo de carboidratos e que ajudam a fornecer e reparar a energia muscular.

A falta de glicogénio no organismo, é o que causa não só as cãibras como as dores musculares intensas (de forma a evitar as mesmas, deve também proceder a um alongamento especializado após o treino).

Além disso, outro dos motivos pelos quais deve comer pós treino, passa essencialmente para não perder a massa magra que o seu organismo já tem, e para ajudar na transformação de massa gorda em massa magra.

O que deve comer pós treino

Pois bem, já lhe explicamos porque é que é tão importante para a sua saúde comer após treinar (independentemente de ter feito musculação ou exercício cardiovascular).

Contudo, é importante frisar que não pode obviamente ingerir qualquer tipo de alimento e em quantidades relativamente altas (a ideia é repor nos níveis de glicogénio, e não engordar tudo o que emagreceu durante o treino).

Assim sendo, alguns dos alimentos que pode comer pós treino são:

  • Hidratos de carbono (banana, pão branco, arroz, massa, batata doce…);
  • Proteínas (ovos, produtos lácteos, carne magra ou peixe);
  • Frutas antioxidantes (frutos vermelhos como é o caso de morangos, amoras, frutos silvestres);

Contudo, tal como dissemos anteriormente, é essencial saber comer como deve de ser de forma a conseguir que a alimentação seja efetivamente um apoio aos seus objetivos, ajudando-o a alcançá-los.

Se por exemplo passa 2 horas no ginásio das quais metade é treino de cardio e metade é treino de musculação, sair do ginásio e ingerir uma pizza (da Telepizza) ou um hambúrguer do Mac não são opções nada saudáveis para alcançar os seus objetivos.

Agora que já sabe o que deve comer pós treino e quais as consequências de não o fazer corretamente, cuide mais da sua alimentação e vai ver que será mais simples alcançar os seus objetivos.

What do you think?

Escrito por Afonso

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0
Perfumes para homens - Peça-os à sua namorada

Perfumes para homens – Peça-os à sua namorada

5 séries que tem de ver no Netflix até ao final do ano

5 séries que tem de ver no Netflix até ao final do ano